Início > Saúde Pública > África do Sul: Bactéria terá morto mais de cem bebés

África do Sul: Bactéria terá morto mais de cem bebés

Fonte: Tribuna Médica Press

Uma infecção pela bactéria klebsiela poderá ter provocado a morte a 180 recém-nascidos nos hospitais públicos do Cabo Oriental, revela o jornal The Times de Joanesburgo. Segundo o jornal, uma equipa de investigadores nomeada pelo Ministério da Saúde chegou a esta conclusão na sequência de uma investigação realizada nas ultimas semanas, sendo de prever que o anúncio seja feito oficialmente ainda durante o dia de hoje. Este escândalo originou um pedido de desculpas ontem, pelo ministro da Saúde, Aaron Motsoaledi, relativo à morte de 17 recém-nascidos em dois hospitais de Joanesburgo em consequência de “controlo insuficiente de infecções bacterianas”. O ministro havia aberto um inquérito ao hospital académico Charlote Maxeke, em Joanesburgo, e ao de Natalspruit, em Katlehong, a oeste da cidade, onde um elevado número de mortes de crianças tinha levantado suspeitas junto das autoridades e um rol de queixas do público. No Cabo Oriental, segundo o artigo do Times, a situação será bem pior. A maioria das vítimas são bebés que nasceram prematuros em consequência de práticas correntes na região: jovens mães que tomam comprimidos para provocar o nascimento prematuro dos bebés. Muitas das crianças nascem com menos de 1,5kg de peso e, em muitos casos, as mães são seropositivas.

Categorias:Saúde Pública
  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: