Início > Segurança Alimentar > Post Seguinte

Post Seguinte

Um dia das bruxas livre de perigo

O que pode ser mais divertido do que pregar sustos, improvisar máscaras ou bater às portas para perguntar “doce ou travessura” às portas dos vizinhos?! Comer         guloseimas é sem dúvida um dos componentes que tornam o Halloween tão divertido   para as crianças.

Contudo, deve ter sempre em mente a segurança! Assim, eis alguns simples passos que pode seguir para garantir que os doces que as suas crianças consomem são inócuos para a sua saúde:

  • As crianças não devem “petiscar” enquanto estão a fazer “doce ou travessura”. Dê‑lhes uma refeição ligeira antes de modo a observar que tipo de doces trazem para casa antes de os consumirem;
  • Diga às suas crianças para não aceitarem, e especialmente não comerem, nada que não venha numa embalagem comercial específica. Inspeccione cada embalagem à procura de alterações anormais, tais como uma aparência estranha, descoloração, orifícios na embalagem e deite fora qualquer produto suspeito;
  • Se tem crianças muito jovens, não se esqueça de remover quaisquer perigos de asfixia, como gomas, amendoins ou brinquedos pequenos;
  • Aqui estão algumas maneiras de evitar a infecção por bactérias que podem causar doenças transmitidas por alimentos.

Se a sua ideia de Halloween for dar uma festa em casa, não se esqueça: 

  • Para permanecer seguro, sirva apenas produtos pasteurizados. Sumos não pasteurizados ou cidra podem conter bactérias prejudiciais, tais como Salmonella;
  • Independentemente do quanto tentador possa ser, nunca prove a massa de um bolo ainda por cozinhar que contenha ovos crus;
  • Previna a contaminação bacteriana dos pratos a servir, mantendo todos os alimentos perecíveis* refrigerados até ao momento de servir. Estes incluem sanduíches, pratos de queijo, saladas de frutas, pratos de macarrão frio com carne, frango ou frutos do mar, tortas e bolos com creme ou chantilly;
  • Não deixe guloseimas perecíveis fora do frigorífico por mais de duas horas (uma hora a temperaturas acima de 32ºC), para evitar a proliferação microbiológica;

Adaptado de: www.foodsafety.gov

*Perecíveis – alimentos com elevada quantidade de água e nutrientes indispensáveis ao desenvolvimento de mircrorganismos. São alimentos que se degradam rapidamente quando não são devidamente conservados.

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: