Saúde Ambiental

Fuga de lamas tóxicas provoca desastre na Hungria

 

Fonte: www.kornyezet-tata.hu/tortenet.php 

No passado dia 5 de Outubro de 2010, ocorreu um derrame de lamas tóxicas perto da Ajka (cidade húngara cerca de 65 km de Budapeste) que até ao momento já provocou sete vítimas mortais, existindo um risco elevado de um segundo derrame, uma vez que as paredes da barragem onde armazenam as lamas, provenientes da produção de alumínio, ameaçam ruir, pondo em perigo o ecossistema do Danúbio.

Estas lamas são de consistência muito espessa, com um pH muito alcalino (~13.5), tendo implicações graves quando entra em contacto com a pele. A toxidade destas lamas também deriva da presença de metais pesados, como o chumbo, possui ainda baixa radioactividade e a inalação do pó proveniente da lama pode provocar cancro pulmonar.

Será que resíduos com esta toxicidade devem ser armazenados ou primeiro transformados de forma a obter subprodutos que apresentem menor risco para a saúde ambiental?

Veja o vídeo em: http://pt.euronews.net/2010/10/09/hungria-risco-de-nova-inundacao-de-lamas-toxicas/

Breathing Earth

No âmbito das preocupações com o aquecimento global, eis que surge o site “Breathing Earth”, uma simulação em tempo real que disponibiliza as emissões de CO2 de todos os países no mundo, assim como a mortalidade e natalidade da população humana e ainda outras informações ao visitante.

Através desta plataforma é possível verificar de forma rápida e fácil as diferenças entre os países industrializados e os países em vias de desenvolvimento, principalmente ao nível da produção de CO2 e, consequentemente a sua contribuição para o aquecimento global.

Nota: Não esquecer que se trata apenas  de uma simulação!

Imagem 1: Visualização do mapa disponível no site.

Avião movido a energia solar

O “Solar Impulse”, avião imaginado pelo explorador suíço Bertrand Piccard, cujas asas estão cobertas por 12 mil células fotovoltaicas que alimentam quatros motores eléctricos, descolou no dia 4 de Julho, quarta-feira, da pista da base militar de Payerne e realizou 26horas de vôo apenas utilizando energia solar. Parte do vôo foi realizado de noite. As baterias de lítio-polímero de 400Kg instaladas no avião, foram recarregadas pelos painéis solares ao longo do dia, fornecendo a energia necessária para manter o aparelho no ar durante o vôo nocturno.

Sete anos de trabalho foram necessários para concluir este avião, com uma envergadura de asas idêntica à de um Airbus A340 (63,40 metros) e um peso pluma de 1600 quilogramas.

 

Cimento que purifica o ar atmosférico

De forma a combater os níveis de ozono elevados como os que se têm verificado nos últimos dias (www.qualar.com), cientistas holandeses criam um cimento que purifica o ar atmosférico.

A ideia é cobrir as estradas com este tipo de cimento que absorve os óxidos de azoto libertados pelos escapes dos automóveis, reduzindo a formação de ácido nítrico que constitui as chuvas ácidas e a formação de ozono, um poluente atmosférico causador de problemas respiratórios.

O material já tinha sido testado em laboratório com bons resultados, mas recentemente fez-se uma experiência no exterior, cobrindo 1000m2 com pavimento comum e outros 1000m2 com este pavimento especial. Os resultados são reveladores – a concentração de NOx nas áreas revestidas com este tipo de cimento especial foi 25 a 45% inferior à da área coberta com o revestimento normalmente utilizado.

Os cientistas sugerem assim que se utilize este tipo de revestimento nas estradas, o que implicaria uma subida de apenas de 10% no custo de construção das infraestruturas. Mesmo nos casos em que o asfalto é o material mais adequado é sugerido que se misture os dois revestimentos.

 

Bruxelas lança site sobre emissões industriais poluentes

A Comissão Europeia, juntamente com a Agência Europeia para o Ambiente, lançou esta semana um site que informa sobre as emissões industriais poluentes.

Bruxelas apresentou uma nova ferramenta que possibilita a qualquer cidadão da Europa saber quais as substâncias poluentes emitidas pelas indústrias que estão instaladas na sua região.

No site prtr.ec.europa.eu, os cidadãos europeus podem contar com informações de 24 mil instalações industriais de 65 sectores de produção e informação de 91 substâncias.

O endereço disponibiliza para já dados relativos a 2007, mas a informação será actualizada anualmente no mês de Abril, com informações sobre as emissões de poluentes do ar, solo e água.

No que toca a Portugal, por exemplo, em 2007, na região de Lisboa, o principal poluente emitido foi o gás metano, que provém de aterros sanitários e centros de tratamento de resíduos sólidos.

in jornal online http://www.fabricadeconteudos.com

.

Medo do futuro!!!

A educação ambiental tenta despertar em todos a consciência de que o ser humano é parte do meio ambiente. Ela tenta superar a visão antropocêntrica, que fez com que o homem se sentisse sempre no centro de tudo esquecendo a importância da natureza, da qual é parte integrante.

A educação ambiental infantil tem surgido assim na expectativa de obter adultos mais conscientes e consequentemente chegar até aos pais de forma a que se comecem a introduzir novos hábitos que venham a diminuir a degradação do meio ambiente.

Severn Suzuki, na altura uma adolescente de 12 anos, surpreendeu o mundo com o seu discurso na ECO 92 (Rio de Janeiro), ao revelar os seus medos quanto ao seu futuro e ao das gerações futuras.

.

Rede de Investigação para a Redução das Emissões na Pecuária (L.E.A.R.N.)

A LEARN foi constituída em Novembro de 2007. É uma rede internacional de pesquisa destinada a melhorar a compreensão das emissões de gases com efeito estufa provenientes da indústria agropecuária.

Os objectivos do LEARN são melhorar a compreensão, avaliação e monitorização das emissões de gases com efeito estufa provenientes da produção animal em toda a sua extensão, e também facilitar o desenvolvimento de soluções práticas e de baixo custo para mitigar os efeitos destes gases.

A LEARN incide na partilha de informação, facilitando a discussão e incentivando o contacto cara a cara com investigadores de todo o mundo.

Existem várias áreas de interesse iniciais:

– emissões de metano e óxido nitroso pelos ruminantes;

– impactos da agricultura integrada a todas as escalas.

Para mais informações sobre este projecto, por favor consulte a página oficial aqui.

.

COP15 – COPENHAGEN: 15ª Conferência para as Alterações Climáticas das Nações Unidas

LOGO

A COP15 vai ser realizada em Copenhaga, na Dinamarca, de 7 a 18 de Dezembro de 2009.

O objectivo global deste encontro é estabelecer um acordo ambicioso sobre o clima global a ser aplicado a partir de 2012, data em que o primeiro período de compromisso do Protocolo de Kyoto vai expirar.

Espera-se a participação de ministros e oficiais de 192 países, além dos participantes de um grande número de organizações.

Mais informações podem ser encontradas na página web oficial em www.cop15.dk.

.

Filme HOME – O mundo é a nossa casa

Estamos a viver em tempos excepcionais. Os cientistas dizem que temos 10 anos para mudar a maneira como vivemos, evitar o esgotamento dos recursos naturais e a evolução catastrófica do clima da Terra.

A aposta é alta, para nós e para os nossos filhos. Todos devem participar no esforço e HOME foi concebido para transmitir uma mensagem de mobilização para cada ser humano.

Para este efeito HOME precisa de ser gratuito. Um mecenas, o PPR Group, tornou isso possível. O distribuidor, EuropaCorp, também se comprometeu em não fazer qualquer lucro, pois HOME é um filme sem fins lucrativos.

Home foi feito para si: compartilhe-o! E aja a favor do planeta.

Yann Arthus-Bertrand

(o filme pode ser visto aqui)

.

Story of Stuff – A história das coisas

Qual é a História das Coisas?

Desde a extracção até à venda, usar e deitar fora, todas as coisas nas nossas vidas afectam a comunidade, tanto dentro como fora de casa. No entanto, grande parte disto está longe da nossa vista.

A História das Coisas, criado por Annie Leonnard, é um filme de 20 minutos que nos dá uma rápida imagem da produção e consumo da nossa sociedade. Estabelece uma conexão entre o elevado número de questões sociais e ambientais, juntando-nos para criar um mundo mais sustentável e justo.

Vão aprender, rir e talvez mudar a maneira de olhar para as coisas da nossa vida, para sempre.

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: